Rádio Buscar

Parentes de vítima 'invadem' área de lama em busca de parentes e são resgatados pelos bombeiros

Segundo porta-voz da Polícia Militar, dois jornalistas também invadiram a 'área quente', como é chamada a parte mais atingida pela lama, e ficaram 'atolados'.

Cb image default
Bombeiro conduz cão farejador em busca de vítimas no meio da lama em Brumadinho, na segunda-feira (28) — Foto: Mauro Pimentel/AFP

Desde o início das operações de resgate em Brumadinho, na Região Central de Belo Horizonte, pelo menos 10 familiares de vítimas tentaram entrar na lama em busca de parentes desaparecidos.

A informação foi divulgada nesta quarta-feira (6) pelo major Flávio Santiago, porta-voz da Polícia Militar de Minas Gerais.

Segundo ele, a PM fez um cinturão ao redor do local de difícil acesso, mas mesmo assim tem gente que entra pela mata e tenta procurar familiares.

Ele também acrescentou que está cada vez mais aparecendo parentes desesperados porque as vítimas não estão sendo encontradas.

Segundo o major, jornalistas também invadiram a "área quente", como eles chamam a parte com mais lama. Dois jornalistas ficaram "atolados" e tiveram que ser resgatados.

Na hora de ajudar os parentes de vítimas a retornar ao espaço mais seguro, os bombeiros disseram ter feito "um trabalho delicado e cuidadoso".

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Tempo no momento