Rádio Buscar

Vacinas contra covid têm reduzido risco de hospitalizações

Cb image default
Divulgação

A campanha de vacinação da Escócia parece estar reduzindo acentuadamente o risco de hospitalizações por covid-19, o que leva a crer que as vacinas Pfizer-BioNtech e Oxford-AstraZeneca são altamente eficientes na prevenção de infecções graves, mostraram conclusões preliminares de um estudo nesta segunda-feira.

Os resultados do estudo, que cobriu toda a população escocesa de 5,4 milhões de habitantes, mostraram que, quatro semanas após a dose inicial, viu-se que as vacinas da Pfizer e da AstraZeneca diminuíram o risco de hospitalizações em até 85% e 94%, respectivamente.

"Estes resultados são muito animadores e nos deram muitas razões para ser otimistas com o futuro", disse Aziz Sheikh, professor do Instituto Usher da Universidade de Edimburgo que coliderou o estudo.

Em uma entrevista coletiva, Sheikh alertou que os resultados são dados preliminares, ainda a serem analisados por cientistas independentes, mas acrescentou: "Estou muito esperançoso. Agora temos indícios nacionais... de que a vacinação oferece proteção contra hospitalizações por covid-19".

Ele disse acreditar que países usando as mesmas duas vacinas e uma estratégia semelhante - como Inglaterra e País de Gales, por exemplo - verão um resultado positivo parecido na redução do número de pessoas sendo hospitalizadas com covid-19.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Tempo no momento