Rádio Buscar

Governo informa gasto de R$ 500 milhões em saúde

Reunião para prestação de contas da Secretaria de Saúde relativas ao terceiro quadrimestre

Cb image default
Divulgação

Meio bilhão de reais foi liquidado pelo governo de Mato Grosso do Sul em despesas com saúde durante o terceiro quadrimestre do ano passado. O valor foi informado em prestação de contas da Secretaria de Estado de Saúde (SES), realizada na tarde desta quarta-feira (28) no Plenarinho Nelito Câmara, na Casa de Leis. O evento foi conduzido pelo deputado Antônio Vaz (PRB), presidente da Comissão de Saúde, e contou com a participação de outros parlamentares desse grupo de trabalho e com a presença do secretário estadual de Saúde, Geraldo Rezende.

Conforme relatório, apresentado pela superintendente-geral de Atenção à Saúde da SES, Mariana Croda, o total de despesa empenhada pela pasta no terceiro quadrimestre de 2018 (setembro a dezembro) foi de R$ 480,42 milhões. Já a despesa liquidada foi de R$ 500,81 milhões e a paga de R$ 458,07 milhões. Ainda de acordo com a superintendente, 80,2% dos desembolsos foram feitos com recursos próprios, as chamadas fontes 100 e 103.

Mariana Croda detalhou que a maior parte dos recursos foi destinada a aplicações diretas (38,37%), seguidas por despesas com pessoal e encargos sociais (27,97%) e transferências aos municípios (24,54%). As aplicações diretas corresponderam a custeio da estrutura da SES e da Fundação Serviços de Saúde de Mato Grosso do Sul (Funsau), além de ações executadas diretamente pela área técnica.

Em relação a investimentos em obras, Mariana informou que estão em execução a primeira e a segunda etapas da construção do Hospital Regional de Dourados e, em desenvolvimento, os projetos de arquitetura da terceira fase. A superintendente disse, ainda, que será aberto processo licitatório para as obras do Centro de Diagnóstico e Centro de Especialidades Médicas vinculadas ao Hospital Regional de Dourados, com área de 2.906 metros quadrados.

Além de Dourados, o município de Três Lagoas também recebeu investimentos em obra hospitalar, conforme a prestação de contas. A execução do Hospital Regional de Três Lagoas alcançou, no terceiro quadrimestre, 27,5% do total da obra. Construída em uma área de 15,6 mil metros quadrados, a unidade terá 202 leitos, sendo 152 de enfermaria e 40 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Entre outros dados, a superintendente também informou que foram realizadas 228 teleconsultorias de setembro a dezembro de 2018, incremento de 304% em relação à quantidade contabilizada no segundo quadrimestre do mesmo ano. “Esse aumento é o início do resultado de uma ação de capacitação de profissionais que atuam na Atenção Básica de Campo Grande e de Três Lagoas”, explicou Mariana Croda.

Em se tratando do programa Caravana da Saúde, Mariana informou que foram realizados 143.568 atendimentos nas escolas públicas de Mato Grosso do Sul. Desse total, 92.877 foram triagens oftalmológicas e auditivas, 40.723 exames e 9.968 consultas médicas especializadas. No Hospital de Câncer Alfredo Abrão, a Caravana realizou 7.447 procedimentos, sendo a maior parte (2.744) de consultas médicas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.