Rádio Buscar

Gêmeas são suspeitas de maus-tratos ao arremessar gato do outro lado da rua

Jovem, de 15 anos, lançando animal na calçada passou a circular no WhatsApp e chegou à Polícia Civil. Segundo delegado, irmãs alegaram que queriam ver felino cair em pé.

Cb image default

Adolescente joga filhote de gato do outro lado da rua em Ipuã, SP — Foto: Reprodução

Duas irmãs gêmeas de 15 anos são investigadas por crime de maus-tratos a animais, após a divulgação de um vídeo na internet em que uma delas pega um filhote de gato na calçada e arremessa do outro lado da rua. O animal bate na sarjeta e foge correndo.

O delegado de Ipuã (SP), Gustavo de Almeida Costa, diz que as adolescentes prestaram depoimento nesta sexta-feira (25) e confessaram que, enquanto uma delas gravava o vídeo, a outra jogou o gato para cima. Ambas, porém, negaram a intenção de ferir o animal.

“Elas informaram que jogaram o gato para cima com a intenção de vê-lo cair de pé. Até indaguei: ‘Vocês tinham a intenção de maltratar? Tinham a intenção de matar o animal?’ Elas falaram: ‘De jeito nenhum, a gente estava brincando e queria ver o gato caindo em pé’”, afirma.

Na tarde desta quarta-feira, a mãe das gêmeas levou o gato à delegacia, para comprovar que o animal está bem. A Polícia Civil também identificou e registrou o depoimento de um jovem que participou do ato. O adolescente responderá pelo crime, assim como as irmãs.

O delegado explica que o inquérito foi finalizado e as gêmeas devem responder por ato infracional análogo a crime de maus-tratos a animais. O caso foi encaminhado à Vara da Infância e Juventude, que deve decidir sobre a penalidade a ser aplicada a cada uma delas.

“É possível ser aplicada uma medida socioeducativa. Apesar de elas serem adolescentes, menores de idade, vão ter uma responsabilidade. É possível a aplicação de uma medida socioeducativa, que tenha caráter de sanção”, finaliza.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.