Rádio Buscar

Felipe Neto desabafa sobre morte de ativista: 'se mudava para fugir'

Youtuber revela ter recebido ligação de Sabrina Bittencourt 'aos prantos' pouco antes de ela se suicida

Cb image default
© Reprodução/Facebook

Felipe Neto fez um desabafo emocionante sobre o suicídio da ativista brasileira Sabrina Bittencourt, uma das responsáveis por denunciar João de Deus e Prem Baba. Nesse domingo (3), no Instagram, o youtuber falou sobre a dor de perder uma amiga e disse ter recebido uma ligação dela "aos prantos", pouco antes de se matar.

"A maior ativista do Brasil, Sabrina Bittencourt me ligou ontem aos prantos por não aguentar mais a dor e a pressão das ameaças de assassinos que a perseguiam pelo mundo. Ela denunciou o esquema do João de Deus e o colocou na cadeia. Denunciou e acabou com Prem Baba. Passou 20 anos trabalhando para ajudar jovens e mulheres vítimas de abusos pelo mundo. Ontem, após uma de suas testemunhas protegidas ter o abrigo invadido em Londres por matadores de aluguel, Sabrina me ligou aos prantos, sem saber mais o que fazer. Ela só queria ajudar, mas o mal guiado por milicianos, políticos no poder nesse momento e líderes religiosos poderosos, conseguiu vencer", escreveu.

Segundo Felipe Neto, a Sabrina "mudava de país clandestinamente toda semana para fugir dos que a queriam morta". "Há uma semana, um sujeito começou uma campanha para destruir a reputação de Sabrina, alegando que seria viciada em drogas e esquizofrênica e por isso nenhuma de suas denúncias deveria ser levada a sério. Seus filhos tinham que fugir constantemente de matadores".

"Ela só queria ajudar, mas o mal guiado por milicianos, políticos no poder nesse momento e líderes religiosos poderosos, conseguiu vencer", lamentou.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.