Rádio Buscar

Umidade relativa do ar fica em 7% em Campo Grande

Cb image default
Divulgação

Os municípios de Campo Grande e Ribas do Rio Pardo registraram umidade relativa do ar (UR) de 7% na quinta-feira (22) devido à atuação de uma massa de ar frio e seco. Foi o segundo menor valor no período país, conforme as informações das estações do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) e do Cemtec (Centro Estadual de Monitoramento do Tempo e do Clima), coordenadoria da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

Ao todo, em 20 municípios de Mato Grosso do Sul registrou-se umidade relativa do ar abaixo de 20%: Campo Grande (7%), Ribas do Rio Pardo (7%), Água Clara (8%), Sidrolândia (9%), Jardim (11%), Corumbá (12%), Rio Brilhante (12%), Coxim (13%), Dourados (13%), Angélica (14%), Cassilândia (14%), Itaporã (14%), Ivinhema (14%), Ponta Porã (14%), Três Lagoas (14%), Costa Rica (15%), Laguna Carapã (15%), Santa Rita do Pardo (15%), Aral Moreira (16%), Iguatemi (17%).

De acordo com a meteorologista e coordenadora do Cemtec, Valesca Fernandes, “ainda teremos registros de UR baixa nas regiões centro-norte, leste e norte da região pantaneira do Estado ao menos até segunda-feira, 26 de julho, com mudanças a partir de terça-feira (27) devido à chegada de uma nova frente fria que traz mudanças para o Estado”.

Para os próximos dias, de acordo com Valesca “ainda teremos índices mais baixos de umidade relativa do ar em praticamente todas as regiões do estado. A recomendação é ingerir bastante líquido e evitar atividades físicas nas horas mais quentes e secas do dia. A partir de terça-feira (27), haverá mudanças do tempo no Estado devido à atuação de uma frente fria, com queda acentuada das temperaturas na quarta-feira, 28 de julho”.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.