Rádio Buscar

EUA: 150 mortes em mais de 400 tiroteios no fim de semana do 4 de Julho

Nova York foi a cidade onde se registaram mais vítimas da violência com armas de fogo

Cb image default
Ilustração

Pelo menos 150 pessoas foram mortas na sequência de mais de 400 tiroteios nos Estados Unidos durante o fim de semana do 4 de Julho, segundo os dados compilados pelo Gun Violence Archive. E os dados ainda estão sendo atualizados.

Em Nova York, 26 pessoas foram feridas após terem sido registrados 21 tiroteios. Ainda está por apurar o número de vítimas mortais causadas por estes tiroteios.

Ainda assim, estes números representam um decréscimo face ao fim de semana do 4 de Julho do ano passado, quando foram reportados 25 tiroteios e 30 vítimas (feridos e mortes).

As autoridades têm reportado um aumento substancial de violência com armas de fogo em Nova York desde o início do ano, com 767 tiroteios a provocarem 885 vítimas – mais 40% quando comparado com o período homólogo.

Em Chicago, 83 pessoas foram vítimas dos tiroteios no fim de semana do 4 de Julho, 14 das quais morreram.

Um dos tiroteios mais mediáticos deste fim de semana festivo norte-americano ocorreu nos subúrbios de Atlanta, como destaca a CNN. No sábado, três pessoas foram encontradas mortas num country club, incluindo o jogador profissional de golfe, Gene Siller.

No domingo, oito pessoas ficaram feridas após um tiroteio em Forth Worth, no Texas. Já em Norfolk, na Virgínia, três adolescentes e uma criança de seis anos ficaram feridas após um jovem de 15 anos ter disparado contra elas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.