Rádio Buscar

ONDE É O MEU LAR...? Está é a pergunta que milhares de filhos de pais separados fazem .

Cb image default

Diferente do tempo dos nossos avôs, o casamento tem se tornado cada dia mais uma raridade e para os que optam em oficializar a união, poucos são os casais que conseguem mantê-lo! O problema nesta situação são os filhos que acabam sofrendo com a separação da família e em grande maioria dos casos ficam no meio da “guerra”. Mas afinal existe uma forma correta de lidar com os filhos de pais separados? Qual é o melhor método para não confundi-los e não deixa-los sofrer com toda essa situação?

A separação ao contrário do que muitos pensam, ocasiona traumas e problemas psicológicos antes mesmo da separação ocorrer. As brigas que antecedem a separação definitiva, as discussões diárias, o desentendimento do casal e até mesmo o clima que fica no lar refletem no comportamento dos filhos.

Alguns vivem perdidos, excluídos, sentindo se maltratados, sem rumo e sem os carinhos dos que geraram essas vidas. De um modo, as crianças podem ficar deprimidas, tristes, desobedientes, apresentar comportamentos mais agressivos e rebeldes, e perda do interesse pela vida social

Por isso quando o casamento não vai bem, todo cuidado é pouco!!

Claro que não é uma tarefa muito fácil fingir que não sente tristeza e mágoa, ainda mais quando o final do casamento foi algo traumático e triste para ambos, porém é necessário cuidado para lidar com as crianças já que nada tem a ver com a situação dos pais. O casamento pode ter terminado, mas a ligação de pai e mãe jamais acabará e dependerá dos dois de nutrir esse sentimento e fazer com que os laços fiquem cada vez mais estreitos mesmo que morando em casas diferentes.

Mesmo com todas as diferenças e mágoas em torno do relacionamento que terminou, a educação dos filhos de pais separados deve ser lidada com cautela por ambos. O respeito e a preocupação com os filhos devem ser colocados à frente de qualquer situação e passado por cima de qualquer sentimento. Dessa forma é possível garantir que as crianças continuem sendo educadas, amadas, respeitadas e recebendo a mesma educação que tinham antes da separação. O que os casais que se separam precisam entender e focar é que os filhos não virem objeto de competição e de disputas emocionais.

Refletir sobre a Palavra de Deus a cerca de sua família é essencial . Temos que tomar e seguir o caminho certo. TEMOS QUE CRÊR EM DEUS !

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.