Rádio Buscar

O SOLDADO FERIDO

A surpreendente trajetória do político do “baixo clero”que alcançou o Palácio do Planalto

Cb image default

Editorial

Ele foi deputado federal por 28 anos. No Congresso Nacional era considerado como parte do "baixo clero" - não tinha papel de liderança nos partidos políticos a que pertenceu, nunca assumiu cargos no governo federal ou posições de destaque na Câmara dos Deputados.

Ele é Jair Messias Bolsonaro. Há 5 anos,começou um processo de projeto eleitoral para a Presidência da República. Foi construindo aos poucosa sua plataforma eleitoral discutindo temas polêmicos sempre ao agrado de uma parcela da população, confrontando seguimentos da sociedade como ideologia de gênero, pena mais severa contra o crime organizado, direito do cidadão de bem andar armado.

Chega a campanha com adversários fortes e partidos consolidados. Faz a opção por um partido nanico e sem muita expressão. Começa a campanha, se joga nos braços do povo, é agredido covardemente a faca no meio da multidão. Atéo momento não se sabe o motivo e quem foi o mandate. Afinal, quem está pagando os advogados do agressor?

Enfrenta um segundo turno com o incômodo de uma bolsa de colostomia. Usa as redes sociais. É atacado pelos adversários de todas as formas. Vence a eleição presidencial. Começa uma série de entrevistas, a posse e viagens.

Com a bolsa de colostomia venceu o preconceito. Chega o momento de nova cirurgia para reparar o estrago feito por um homem, que continua preso. Até quando???

O soldado ferido em recuperação. Um país torce para que ele se recupere o mais rápido possível e sem sequelas,mas em redes sociais alguns torcem pelo contrário.

Não podemos esquecer que a maioria o escolheu para presidir o país e só conseguiremos vencer a crise com opresidente, ministros, Congresso Nacional e o povo trabalhando juntos em prol do nosso Brasil. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.