Publicado em 02/12/2019 às 06:30, Atualizado em 30/11/2019 às 21:02

ENTRE GRADES ...ATÉ QUANDO?

Redação,
Cb image default

A corda Teresa feita de lençóis entrelaçados está fora de uso há muito tempo, usada por detentos em fuga para escalar muros e ganhar a liberdade. Há  tempo não temos relato de fugas usando Teresa, nem tão pouco os túneis tentados, mas descobertos, hoje as fugas se tornam mais escassas, graças a periódica ação dos agentes mais preparados, uma guarda externa também atenta.

Hoje os presídios, verdadeiros depósitos humanos, amontoados e com todo tipo de problemas.Nos presídios femininos, tenho certeza, lá estão muitas internas que sonham com a liberdade, nem pensam na corda Teresa, nos masculinos, o sonho, "como sair daqui?".

Fugir, disfarçados de visitantes, e dai? Ser resgatado, depois fica pior. Mas com certeza o sonho de muitos é fugir, surgindo a possibilidade eles executam. A cada dia, centenas são presos e condenados, super lotando os presídios, o que fazer. 

Duas paralelas, presídios ou hospitais, os dois super lotadíssimos em todo o Brasil, nas celas um em cima do outro. Sem espaço, enfermaria lotada pessoas sofrendo nos corredores, etc. Ali sim também muitas Teresas, querendo sair dali mas curadas,  de um lado o sofrimento por estarem sem liberdade do outro lado presos também num leito com duas saídas, curadas ou não .

Governos fazem o que? Constroem mais presídios ou hospitais, sem falar das escolas sendo desativadas, etc, falta aluno? Ou acabou os incentivos para aprender?

Difícil né!