Rádio Buscar

Causa de queda que matou amigas em cachoeira é apurada pela Polícia

Segundo a 5ª Companhia do Batalhão de Aviação de Lages, que participou da ocorrência, as amigas "estavam na beirada da cachoeira"

Cb image default
Divulgação

As amigas Bruna Rafaela Vellasquez, de 18 anos, e Monique Medeiros de Almeida, de 19, que morreram após caírem de uma cachoeira de 30 metros, teriam se desequilibrado ao tentar fazer uma foto, acredita um familiar. O acidente aconteceu anteontem em Lages, Santa Catarina. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as circunstâncias da morte e verificar a possibilidade de crime.

Elas estavam acompanhadas de outras dois amigos. O grupo saiu para aproveitar o último fim de semana das primeiras férias de Monique como profissional — ela cursava enfermagem e trabalhava como secretária administrativa em uma hamburgueria de Lages. Bruna atuava como maquiadora.

Segundo a 5ª Companhia do Batalhão de Aviação de Lages, que participou da ocorrência, as amigas "estavam na beirada da cachoeira", quando uma das jovens escorregou e a outra tentou ajudá-la, mas acabou se desequilibrando e caindo junto com a amiga na parte inferior da cachoeira.

Bruna morreu antes da chegada do resgate. Monique ainda foi retirada com vida do local do acidente, mas faleceu a caminho do hospital. "O que sabemos é que elas saíram com este grupo de amigos. As duas estavam tentando tirar fotos no alto desta cachoeira. Uma escorregou e a outra tentou ajudar, mas acabou caindo junto", comentou o irmão de Bruna, Eduardo Vallasquez, de 27 anos.

O sepultamento de Bruna ocorreu ontem, em Lages. Já Monique será enterrada hoje, já que o corpo foi liberado somente depois de 24 horas após o acidente. A despedida também ocorrerá na mesma cidade.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.